Banho de luz em recém-nascido pode ser feito no colo da mãe

15
Bebê no colo da mãe durante sessão de fototerapia (Foto: Divulgação)

Bebê no colo da mãe durante sessão de fototerapia (Foto: Divulgação)

Quando um bebê precisa de banho de luz (fototerapia) normalmente vai para o berçário e recebe as sessões em um berço longe da mãe. O recém-nascido fica normalmente só de fraldas, com os olhos vedados e normalmente  precisa repetir o procedimento algumas vezes nos primeiros dias de vida. A maioria dos bebês chora e isso gera uma grande angústia para ambos pois a mãe normalmente só pode observar o filho.

A pediatra neonatologista Márcia Zani diz, no entanto, que o banho de luz não precisa ser assim. Ela conta que no mês passado o filho de uma paciente precisou do banho de luz e a mãe questionou se não poderia ser feito no seu colo, dentro do quarto de uma maternidade particular de São Paulo. “Na hora eu topei tomando cuidados necessários como proteger a retina da mãe, colocamos almofadas e elevamos as grades da cama para o bebê não cair dos braços dela”, comenta.

Ela diz que o bebê ficou calmo o tempo todo pois estava no colo da mãe e não solto em um berço. “No colo ele sentia o calor dela, tinha uma contenção, ou seja, não ficava isolado chorando”, afirma. A neonatologista diz que outra vantagem é que durante a fototerapia o bebê pode mamar normalmente no seio da mãe.

A fototerapia é necessária quando o bebê apresenta icterícia que é sinalizada por um amarelado na pele, dos olhos e das mucosas do bebê. Os bebês prematuros têm maiores chances de ter icterícia e, por isso, necessitam normalmente de fototerapia mais do que os bebês nascidos a termo (nascidos no tempo certo). Também é comum a icterícia nos casos de incompatibilidade sanguínea, em bebês com baixo peso e naqueles que estão mamando pouco.

A icterícia ocorre porque a hemoglobina fetal e diferente da de um bebê. “Quando ele nasce, destrói essas células vermelhas e produz outras diferentes. A tendência é que a bilirrubina abaixe entre o terceiro e quinto dia após o parto, mas quando isso não acontece acaba acontecendo a icterícia”, explica a médica.

A fototerapia serve para abaixar os níveis de bilirrubinas no sangue. A pediatra ressalta que em alguns  casos apenas o banho de sol  e amamentação em livre demanda resolve o problema. “O bebê deve mamar bastante pois elimina a bilirrubina nas fezes”, comenta. Nesses casos, os banhos de sol levam cerca de 15 minutos e devem ser feitos de manhã (antes das 10h) e à tarde (após as 16h).

Mas, quando o grau de icterícia é maior, é necessária a fototerapia pois, segundo a médica, se não for tratada pode atingir células nervosas e causar desde retardo mental até surdez. Márcia explica que há também a icterícia de leite materno e essa é descoberta normalmente quando o bebê já está em casa. “Neste caso a mãe produz uma enzima que impede a bilirrubina de ser liberada e, por isso, o bebê precisa de banho de sol e continuar mamando da mesma maneira”, orienta.

Compartilhe!

15 Comentários

  1. Gostei muito da matéria. Seu site está com informações diretas e precisas. Ideal para nós, futuras mamães, e outras já mamães que necessitam de informações. Você saberia me dizer o que prova no sangue essa bilirrubina (taxa no exame de sangue) para real necessidade ou apenas mais uma forma comercial das maternidades? Antigamente nossas mães somente nos amamentavam e tomavamos banho de sol. Obrigada 🙂

    • Oi Giovana, então, varia muito o valor e a interpretação dos médicos. Para nós, leigos, dá para desconfiar se o bebê tá mais amarelinho. Mas, só o médico vai poder dizer se precisa ou não de banho de luz ou se só tomar sol resolve. O ideal é mamar muito e isso com certeza ajuda bastante. Beijos e boa sorte aí

  2. Minhas duas cunhadas tiveram bebes recentemante, a Isabella filha da marcia foi diagnosticada quando ainda tava na maternidade.. ea Maria Clara filha da Larissa foi diagnosticada quando ja estava em casa.. o clima ou a alimentação da mãe durante a gestação pode ajudar nesse famoso amarelinho na criança??

  3. Ótimas informações, meu bebê está internado com icterícia, a idéia da mãe poder segurar o filho e ótima pena que aqui na minha cidade não faça isso, e muito triste ve-lo chorando e não poder fazer nada.

  4. Boa tarde, minha filha ficou no hospital 3 dias tomando banho de luz e ficou um pouco rouca e já se passou 15 dias e ainda está rouca, já dei xarope por 5 dias, conforme o médico recomendou e ainda continua rouca,

  5. Olá bom dia queria saber e quando o bebê assim q nascer demora a fazer suas necessidades a minha está nascida a 4 dias e dois sem fazer xixi qual o motivo é se é grave ou não?😥 Obrigado

  6. Meu filho nasceu com icterícia muito forte ficou 7 dias internado na fototerapia, hj está com 50 dias nasceu branquinho agora está moreninho a pediatra diz que ele está bronzeado, pois as mãos e pés estão clarinho e que com o tempo a cor volta ao normal!! Isso acontece mesmo ? E quanto tempo para voltar ao normal???

  7. To preocupado meu filho nasceu com 8 meses e está bem grande e nasceu com quase 3 kilos ,E tá tomando banho de luz já tem 8 dias no banho de luz alguém sabe mim falar quanto tempo uma criança precisa ficar no banho de luz?

  8. Meu. Neto nasceu com 38 semana e com dificuldade respiratória,foi p a UTI neonatal, dois dias depois adquiriu icterícia,ficou no leite nam 1, depois ao peito da mãe, com sete dias já ingeriu 80 ml de leite da mãe, a médica deu a alta dela e o bebê, saiu da fototerapia e ainda não conseguiu completar 100 ml que é o ideal p alta dele! Correto? Lgostaria de saber quanto tempo ele deve mamar no peito da mãe? Será que já pode sair de alta amanhã? Tire minha dúvida. Agradeço.abrqco

  9. Meu bebê é prematuro e foi descoberto a icterícia nele , ficou no banho de luz por 3 dias e logo após liberado para ir para casa, não foi recomendado luz do sol, mais dei assim mesmo porque estou notando que o olhinho dele está ficando mais amarelado. Pode ter aumentado a icterícia no sangue ????? Tô preocupada

Deixe aqui o seu comentário

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.