Bebidas: quais são as melhores opções para a lancheira da escola?

0
Água e sucos naturais são as melhores opções de bebidas (Foto: Gabi Trevisan)

Água e sucos naturais são as melhores opções de bebidas (Foto: Gabi Trevisan – Foto Natural)

Montar a lancheira dos filhos é um desafio diário para boa parcela dos pais. Oferecer opções saudáveis e que fiquem bem conservadas até a hora do intervalo também faz parte das preocupações de quem elabora diariamente o lanchinho. Além de enviar uma opção de fruta, é preciso também pensar na bebida e sempre surge a dúvida: qual a melhor opção?

A nutricionista Juliana Kramer explica que a função de enviar uma bebida na lancheira é para hidratar a criança. O ideal é que isso seja feito com um líquido que não seja doce. Dessa forma, a melhor fonte de hidratação é a água. Quando a criança pede muito o suco, o ideal é que esse seja natural, sem adição de açúcar”, orienta a especialista.

Para os pais que querem mandar o suco, a nutricionista dá algumas dicas de como fazer para garantir que fique gostoso até a hora de tomar. “É possível fazer o suco e congelar já na garrafinha que a criança vai tomar. Tirar do freezer ainda congelado e colocar na lancheira para que, na hora do lanche, possa estar bem fresquinho e conservado. Outra opção é fazer uma polpa com a própria fruta bem concentrada e colocar em forminhas de gelo”, diz a nutricionista. Quem optar por essa segunda opção deve colocar os cubinhos de gelo na garrafinha e adicionar água para que o suco esteja próprio para o consumo na hora do lanche.

OPÇÕES DE FRUTAS

A nutricionista comenta que as melhores frutas para fazer suco são maracujá, goiaba, morango, manga, abacaxi, melancia e melão. Também dá para fazer algumas combinações como melancia com limão e hortelã, manga com damasco, manga com gengibre, abacaxi com cenoura, morango com fruta-do-conde, maçã com damasco e canela, maçã, uva e mirtillo. “O ideal é sempre combinar a fruta, com uma fruta mais doce, como maracujá com maçã. A fruta mais doce já serve como um adoçante natural e não há necessidade de adicionar açúcar! Frutas secas (como o damasco, uvas passas, ameixa-seca e tâmaras) também funcionam como adoçantes naturais”, orienta.

SUCOS INDUSTRIALIZADOS

Muitos pais recorrem aos sucos artificiais por conta da praticidade, mas é importante saber que há três classificações dos sucos de caixinha. São elas:

Sucos –  100% fruta, sem adição de água, conservantes e aditivos. Podem ser encontrados na forma de integral ou pasteurizado.

Néctar – Contém de 30% à 50% de fruta e o restante é água, açúcar, conservantes, corantes e aromatizantes.

Refresco –  tem 30% de fruta, muita água, corante e aromatizante.

As opções de sucos industrializados no mercado não são tão saudáveis, mas são muitas vezes as opções adotadas pela maioria das famílias. “Os pais devem adquirir os sucos e não os néctar e refrescos pois possuem uma quantidade de açúcar semelhante a de refrigerantes, o que pode levar à obesidade, ocasionar cáries entre outros malefícios dos corantes e aromatizantes”, diz. A nutricionista explica que  dependendo da quantidade consumida, podem ocasionar déficit de atenção e até alergias alimentares.

Ela diz que no caso das crianças que ficam em período integral e os pais têm que levar dois lanches, o melhor é recorrer a água como primeira opção. “O suco industrializado – sem açúcar –  pode ser levado para  o segundo período”, comenta.

“Os sucos, por serem 100% frutas, podem ser consumidos, com cautela, quando há impossibilidade de enviar um suco natural (até para que a criança não perca a referência da cor e sabor de um suco natural, que é bem diferente de um suco industrializado)”, afirma.

 

Compartilhe!

Deixe aqui o seu comentário

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.