Greve de amamentação é temporária; saiba como lidar com ela

0

A greve da amamentação é passageira e normalmente acontece no primeiro ano de vida do bebê (Foto: Diego Padgurschi)

Algo que pode acontecer de uma hora para a outra é o bebê parar de aceitar mamar no peito. É importante que a nova mãe saiba que isso é bem comum e que é passageiro caso o bebê não use bicos artificiais, como mamadeira e chupeta. Se a criança faz uso de outros bicos é bem provável que seja confusão de bicos ou de fluxo.

A chamada greve de amamentação ou greve do peito acontece normalmente em bebês menores de 12 meses e, muitas vezes, é confundido com o desmame natural. Se acontecer o desinteresse pelo peito de uma hora para a outra, a causa pode ter vários motivos, entre eles, nariz obstruído, refluxo, fase de dentição, etc. ou estar relacionado com mastite da ma~e, nova gestação, redução da velocidade do fluxo, etc.

É importante que a mãe não se desespere, faça a ordenha e ofereça o próprio leite de outras formas, como no copinho, e que não introduza a mamadeira neste momento. A tendência é que, em torno de quatro dias, o bebê volte a mamar. Para isso,a mãe deve oferecer o peito quando o bebê estiver mais sonolento, tomar um banho com ele e fazer bastante contato pele a pele para que em breve ele volte a aceitar o peito.

 

Compartilhe!

Deixe aqui o seu comentário

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.