Hospital de SP inaugura cinco salas de parto humanizado

3
Compartilhe!
Novas salas serão voltadas para o parto humanizado (Foto: Coletivo Buriti por Lela Beltrão)

Novas salas serão voltadas para o parto humanizado (Foto: Coletivo Buriti por Lela Beltrão)

O Hospital Albert Einstein, na zona sul de São Paulo, inaugura neste mês cinco salas de parto humanizado. Uma das principais novidades é que a banheira, que em todas as maternidades da capital está localizada dentro do banheiro, fica dentro do quarto integrada com o resto do ambiente assim como acontece nas casas de parto fora do país.

A reportagem do Mães de Peito teve acesso em primeira mão às imagens das salas que serão mais amplas para dar mais conforto à gestante e sua equipe. A coordenadora da maternidade do Einstein, a médica Rita de Cássia Sanchez, diz que a ideia é criar nesses espaços o conforto e a privacidade que a mulher teria em uma casa de parto, mas oferecer ao mesmo tempo a segurança de ter um bebê em um hospital caso haja alguma intercorrência. “Os equipamentos hospitalares, por exemplo, ficam dentro dos armários para dar uma cara mais de quarto comum e não de hospital nas salas”, explica a obstetra.

Ela também aponta como uma das vantagens que a gestante pode trocar de acompanhante durante o trabalho de parto. Nestas salas,explica a médica, não será necessário fazer a paramentação  – colocar roupa especial como usada para entrar no centro cirúrgico.

Planta das novas suítes do hospital

Planta das novas suítes do hospital

As salas também vão contar com iluminação diferenciada,  bolas de pilates, banquetas e barra de ferro para sustentação da parturiente caso ela queira ficar agachada ou de cócoras durante o parto.

Rita de Cássia explica que atualmente o hospital conta com apenas duas suítes que estão localizadas no oitavo andar e que elas serão desativas pois ficam longe do centro cirúrgico, localizado no quinto andar. “Agora as novas salas vão estar no mesmo andar do centro cirúrgico, o que facilita no caso da gestante precisar de uma cesárea de emergência, por exemplo”. Essas duas suítes, explica a médica, serão desativadas.

Por estar no mesmo andar do centro cirúrgico, as novas salas vão permitir que gestantes que não podiam ser atendidas no oitavo andar, tenham seus bebês na sala com banheira.  Atualmente a maternidade só permite partos nas chamadas salas LDR (Labour Delivery Rooms) mulheres com gestação de risco habitual, ou seja, são barrados casos de gemelares, gestante com pressão alta ou  com cesárea anterior. Agora, essas parturientes também terão a oportunidade de ter um parto normal nas novas suítes e, caso haja alguma intercorrência, estão ao lado do centro cirúrgico.

LEIA MAIS: Entenda quem são os profissionais na sala de parto

3 Comentários

Deixe aqui o seu comentário

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.