Nenhuma mãe precisa de paninho para esconder peito enquanto amamenta

5
Mães durante ensaio fotográfico em Minas Gerais (Foto: Alexandre Périgo)

Mães durante ensaio fotográfico em Minas Gerais (Foto: Alexandre Périgo)

Qualquer notícia sobre uma mulher que foi constrangida ao amamentar em público é acompanha de comentários na linha “não custa nada colocar um paninho para cobrir o peito”. Muitas vezes a frase é dita, inclusive, por outras mulheres que acham ‘feio’, ‘obsceno’ ou ainda tecem comentários machistas na linha ‘não quero que meu marido veja o peito dela’.

No Carnaval basta ligar a TV que temos peitos siliconados pulando na nossa frente e ninguém critica isso, mas uma mãe amamentando ainda recebe olhares tortos e conselhos para colocar um ‘paninho’ ou ‘fraldinha’ cobrindo o peito e, consequentemente, a cabeça do bebê.

Ninguém come com um pano na cabeça, certo? Então, por qual motivo um bebê teria de ser alimentado dessa maneira? Bebês enquanto mamam já transpiram bastante, então, imagina ainda com um pano cobrindo eles. Algumas mães preferem cobrir os seios quando estão amamentando e, é claro, essa é uma escolha somente delas que dizem ficar constrangidas pelos olhares de terceiros. Nas lojas de artigos de bebês existem, inclusive, capas vendidas justamente com esse objetivo de dar ‘privacidade’ na hora de dar de mamar.

Cada mulher deve escolher como fica mais à vontade para alimentar seu bebê, mas convenhamos que ninguém deveria olhar torto para uma mãe que amamenta nem ela ser obrigada a cobrir o seu bebê enquanto faz algo natural e lindo. Bebê está com fome, precisa mamar naquela hora, seja onde for. Pode ser no meio do shopping, da rua, do mercado, enfim. Chorou, tira o peito para fora e está ali o leitinho pronto e na temperatura ideal.

Para mostrar o preconceito existente, o fotógrafo Alexandre Périgo, reuniu um grupo de mães em Belo Horizonte para fazer uma sessão criticando o uso do paninho. O ensaio recebeu o nome de “amores líquidos, amores lácteos, amores em livre demanda”. “A ideia é expor a descabida sexualização e os tabus que rondam a amamentação em locais públicos como parte da busca pela desconstrução do machismo através da mudança de pequenos hábitos”, diz o fotógrafo.

Para ele e as participantes do ensaio,  “paninho” para amamentar em público só serviria para esconder o preconceito de quem não reconhece a amamentação como um ato de amor e que atende as necessidades básicas do bebê.

Ideia é acabar com preconceito em torno da amamentação em público (Foto: Alexandre Périgo)

Ideia é acabar com preconceito em torno da amamentação em público (Foto: Alexandre Périgo)

Compartilhe!

5 Comentários

    • Amamentar é um dos gestos mais sublimes da maternidade. Entretanto eu não chamaria de preconceito o fato de algumas pessoas não se sentirem á vontade na presença de mães que amamentam sem cobrir os seios com um paninho.. o que pode ser extremamente natural para quem esta vivendo a maternidade, pode não ser tão natural para quem não está.. Recentemente a mulher do melhor amigo de meu marido teve bebê e ao sairmos para jantar num restaurante, ela amamentou a criança sentada em frente à meu marido sem cobrir o peito com um paninho.. Eu e meu marido nos sentimos desconfortáveis, não por preconceito mas sim por pudor. Meus sentimentos não foram de ciúme por meu marido ver o peito dela, nem os sentimentos de meu marido foram de excitação por ver o peito dela, mas sim um sentimento de inadequação, desconforto.. Não somos preconceituosos, mas acreditamos que respeitar os sentimentos do outro casal é uma regrinha de ouro para o convívio entre casais. Para sair daquela situação embaraçosa para nós, sem desrespeita-lá, nos levantamos e fomos olhar a mesa de sobremesas. Por nos sentirmos constrangidos, evitamos sair com o casal novamente por algum tempo. Sabe aquela regrinha de ouro… O nosso espaço termina onde começa o espaço do outro … Acho q se for para evitar constrangimentos, principalmente à amigos, acho que é um pouquinho de egoísmo por parte de quem amamenta pensar só em si e no bebê nestas ocasiões específicas..

  1. Pingback: Amamentação: Não Custa Nada se Cobrir com Um Paninho - Mamãe Tagarela

Deixe aqui o seu comentário

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.