O que as mães de prematuros precisam saber para a amamentação dar certo

1
Bebê na UTI (Foto: Lente Materna Fotografia/Projeto Há Cura em suas Mamas)

Bebê na UTI (Foto: Lente Materna Fotografia/ Projeto Há Cura em suas Mamas)

As mães de bebês prematuros têm muitas dúvidas quando o assunto é amamentação. Além de ver a luta diária dos seus bebês dentro das encubadoras, as mães recebem pouca informação neste momento difícil.

Mesmo que o bebê ainda não sugue no peito da mãe é importante que os seios sejam esvaziados regularmente para o leite descer e também para evitar, por exemplo, ingurgitamento e dores nas mamas. Assim que a mãe conseguir retirar o leite, ele poderá ser ofertado ao seu filho por meio de sonda até que possa ir direto mamar no seio materno.

A obstetriz e consultora em aleitamento materno Ana Garbulho explica que cada bebê deve ser avaliado individualmente dentro da sua capacidade de se alimentar. Muitas vezes os prematuros com menos de 32 semanas de gestação ainda não têm um padrão oral maduro o suficiente para mamar.

Como são normalmente alimentados por sonda, esses bebês podem ser colocados em um seio já ordenhado e serem estimulados a sugar o seio vazio enquanto é alimentado pela sonda.  Por isso é de extrema importância que a mãe faça com frequência a ordenha e comece logo após o nascimento do bebê para que o corpo dela comece a entender que há um bebê fora da barriga e que ele precisa ser alimentado.

Essa mãe deve ser orientada ainda no hospital a começar a ordenhar a mama em intervalos regulares (pelo menos de seis a oito vezes ao dia e não deixar fazer intervalos maiores do que seis horas). A mãe também deve continuar com a ordenha à noite para que o corpo se acostume com aquela produção.

LEIA MAIS: Como fazer a ordenha e armazenar o leite materno

Uma dica é alugar aquelas bombas elétricas que permitem a sucção dos dois seios ao mesmo tempo pois facilita a vida da mãe que está preocupada e ocupada com o bebê internado. A mãe também pode usar a bomba mais simples ou até fazer a ordenha manual se preferir. No entanto, como o seio não será sugado por um tempo as bombas elétricas acabam sendo mais eficazes nesta situação.

Mãe com filho prematuro (Foto: Lente Materna Fotografia/Projeto Há Cura em suas Mamas)

Mãe com filho prematuro (Foto: Lente Materna Fotografia)

CONTATO PELE A PELE

Ana explica que o contato pele a pele deve ser facilitado assim que possível pois aumenta o vínculo afetivo entre mãe e filho e promove um aumento significativo do volume de leite produzido. “Dessa maneira aumenta também a incidência do aleitamento materno”, comenta.

O contato pele a pele, que nas UTIs (Unidade de Terapia Intensiva) neonatal é chamado de método canguru, previne infecções e outras complicações, acelera o aumento de peso, estabiliza a frequência cardíaca e respiratória e ajuda a mãe a ficar mais segura e confiante na capacidade de cuidar do seu filho.

Ana comenta que no caso dos bebês que não estejam ganhando peso adequadamente é possível usar a técnica do leite posterior, ou seja, a mãe faz a ordenha e descarta o leite inicial e dá para o bebê o segundo leite, que é mais ‘gordo’.

O pediatra Carlos González ressalta ainda que a temperatura, a frequência cardíaca e respiratória e a saturação de oxigênio dos prematuros são mantidos mais estáveis quando eles mamam direto do peito do que quando tomam mamadeira. “É um erro, portanto, ensiná-los a sugar com uma mamadeira antes de tentar colocá-los no peito”, diz o espanhol em seu livro Manual Prático de Aleitamento Materno.

Ao receber alta e se a mãe ainda encontrar dificuldades para amamentar, o recomendado é procurar um banco de leite ou uma consultora de amamentação para ajudá-la a alimentar seu bebê exclusivamente com leite materno.

Se houver necessidade de complementar a mamada é possível fazer com o próprio leite materno já que a mãe fez um bom estoque de leite materno durante o tempo que seu bebê esteve internado. A melhor maneira de servir esse leite ou é com o copinho justamente para não haver confusão de bicos. Leia mais aqui sobre o copinho.

Compartilhe!

1 comentário

  1. SÉRGIO DE SOUZA CARVALHO em

    Gostaria de saber quais os alimentos mais indicados para a mamãe de prematuro deve comer para não trazer complicações na o bebê?

Deixe aqui o seu comentário

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.