Projeto de lei prevê que mãe amamente ou leve leite materno para creches municipais

0
Compartilhe!
Mães encontram dificuldades para amamentar em creches públicas (Foto: Coletivo Buriti por Gabi Trevisan)

Mães encontram dificuldades para amamentar em creches públicas (Foto: Coletivo Buriti por Gabi Trevisan)

Os vereadores aprovaram nesta terça-feira (19/09), em primeira votação, um projeto de lei que permite que as mães entrem nas creches municipais para amamentar seus bebês ou que as escolinhas aceitem o leite materno e que ele possa ser servido na ausência da mãe.

O projeto, de autoria da vereadora Juliana Cardoso (PT), prevê que isso ocorra tanto nos CEIs (Centros Educacionais Infantis) diretos, indiretos e conveniados com a Prefeitura de São Paulo. Pelo texto, a mãe que optar em amamentar dentro da unidade de ensino terá de contar com uma sala própria, reservada para garantir a tranquilidade e privacidade da mãe.

A lactante também poderá fazer a ordenha no local se essa for sua vontade. “As mães que optarem pela ordenha fora das dependências dos CEls deverão entregar os leites armazenados de acordo com as normas e padrões sanitários, além de identificados com os dados da criança que irá consumi-lo”, diz o projeto de lei..

O projeto foi criado após o Mães de Peito mostrar as dificuldades que as mães enfrentam para enviar leite materno para ser servido nas creches municipais da capital. Para se tornar lei, o projeto ainda terá de passar em uma segunda votação para então ir para a sanção do prefeito João Dória (PSDB).

 

Deixe aqui o seu comentário

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.