Mães de Peito

Plano de pós-parto; por que fazer o seu?

0

Falamos muito sobre o plano de parto, mas e o pós-parto? Você tem planejado o que quer para ele?

O plano de pós-parto é uma ótima ferramenta para que a puérpera possa manifestar suas vontades e desejos. Afinal, existe uma nova mulher e um bebê altamente demanda para ela cuidar. A doula de pós-parto e criadora da Abraço Materno, Priscila Castanho, diz que para algumas mulheres o primeiro trimestre de vida do bebê é o mais difícil e, para outras, não. “O puerpério é um momento muito particular e singular para cada mulher”, comenta.

Priscila comenta que o puerpério pode durar até por volta dos 36 meses do bebê. “A internet diz que o puerpério dura 40 dias e que o corpo voltou ao estado fisiológico normal, mas não é assim. Além do corpo, tem emoções, hormônios, adaptação social e familiar com a chegada desse bebê”, comenta.

O bebê tem suas demandas e, em cada fase, ele impacta de uma forma na vida da sua mãe. “Cada mulher vai descobrir quando o seu puerpério acabou. Quando consegue estar longe e ficar relaxada. Para algumas, é com seis meses, outras com 18 meses e outras mais tarde e tudo bem”.

O plano de pós-parto dever feito com antecedência – ainda na gestação – para que a mulher possa delegar as tarefas para que ela possa se entregar aos cuidados com o bebê. “É uma oportunidade de ter conversas com a família e, é claro, ser cuidada”.

No plano de pós-parto, explica Priscila, a rede de apoio foca os cuidados para as tarefas domésticas e cuidados com a mãe. “Normalmente as pessoas querem vir e ficar cuidando do bebê. Mas, essa mãe precisa que cuidem do restante. Uma mãe bem cuidada, cuida muito bem”.

Confira mais informações sobre como fazer o plano de parto e a importância dele no nosso canal no Youtube.

Compartilhe!

Deixe aqui o seu comentário

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.