Casas de Parto têm aumento de atendimentos durante a pandemia

1


Para fugir dos hospitais durante a pandemia, mais mães optaram em ter seus bebês nas duas casas de parto de São Paulo no ano passado. Ao todo, foram 643 crianças nascidas em 2020 na Casa Ângela, localizada na zona sul, e na Casa de Parto de Sapopemba, localizada no extremo leste da cidade. Ao todo, aumentou em 22,5% o número de bebês nascidos em casas de parto de SP.

Em Sapopemba, a quantidade de bebês nascidos subiu 85,6% entre março e dezembro de 2020, em relação ao mesmo período do ano anterior – de 118 para 219. Já na Casa Ângela, o número de nascimentos foi de 407 para 424 – um aumento de 4,2%.

Confira no vídeo a seguir algumas vantagens do parto na casa de parto e quem pode parir lá:

ATENDIMENTO PELO SUS

As duas unidades atendem pelo SUS (Sistema Único de Saúde). Segundo a Secretaria Municipal da Saúde, o aumento acontece porque as mulheres passaram a ter receio de ir até a maternidade por conta da pandemia.

As unidades de saúde permitem que a mulher seja acompanhada por obstetrizes e que elas possam ter um parto humanizado com parto na água, na banqueta, enfim, na posição que a mulher sentir mais confortável. Nas casas de parto ela também tem alta precocemente, fico o tempo todo com o bebê no quarto e a amamentação é estimulada na primeira hora de vida.

Compartilhe!

1 comentário

Deixe aqui o seu comentário

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.