Confira a taxa de cesárea e de parto normal das principais maternidade de SP

1
Compartilhe!
Mulher durante trabalho de parto (Foto: Coletivo Buriti por Bia Takata)

Mulher durante trabalho de parto (Foto: Coletivo Buriti por Bia Takata)

As maternidades Santa Joana e Pró-Matre são as duas unidades de saúde de São Paulo que mais atendem gestantes, superando até as maternidades públicas da capital em número de nascimentos. No ano passado, foram 15.708 e 12.215 nascimentos, respectivamente, nas duas unidades. Assim como o grande número de atendimentos, as duas maternidades também lideram em outro quesito: no alto número de cesáreas.

De acordo com dados do Sinasc (Sistema de Informações de Nascidos Vivos) referente a 2016, 89% dos nascimentos no hospital Santa Joana foram cesáreas e, na maternidade Pró-Matre, o índice é de 87,7%. Procurada até a publicação dessa reportagem, as maternidades não se manifestaram sobre os altos índices de cesáreas.

O levantamento mostra que o índice das outras maternidades particulares com mais partos, como São Luiz (unidade no Itaim Bibi) e Einstein, a taxa de cesárea fica acima dos 72%. O  levantamento obtido pela reportagem do Mães de Peito mostra ainda que a taxa de cesárea na rede pública é de 35% e, na rede particular, de 83%. Vale ressaltar que a OMS (Organização Mundial da Saúde) recomenda que apenas 15% dos nascimentos sejam feitos por meio da cirurgia.

MATERNIDADES PÚBLICAS

O levantamento mostra que o Hospital Vila Nova Cachoeirinha, que teve 6.784 partos em 2016, teve 32,5% de cesáreas enquanto o  Amparo Maternal, unidade de saúde que atende pelo SUS (Sistema Único de Saúde), tem  30,8% de cesáreas. Já no hospital Leonor Mendes de Barros 41,8% nos nascimentos foram feitos por meio da cirurgia. Confira a seguir as dez maternidades públicas e privadas com mais nascimentos na cidade:

 

1 Comentário

Deixe aqui o seu comentário

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.